quarta-feira, 2 de agosto de 2017

O caminho de Ethos

Para a eternidade

"Para mí sólo recorrer caminos que tienen corazón,
cualquier camino que tenga corazón.
Por ahí yo recorro, y la única prueba que vale es atravesar todo su largo.
Y por ahí recorro mirando, mirando, sin aliento." (A Erva do Diabo - Carlos Castaneda)
    Ética atemporal: "costume" ou ensinamento filosófico (e prático!) capaz de existir em todas as épocas da história, constituindo uma "verdade" não perecível as leis e mudanças de comportamentos das sociedades ao longo da linha do tempo. Ou seja, aquele conjunto de práticas e virtudes louváveis e imutáveis do qual nos espelhamos para alcançarmos a plenitude do existir, passado de geração a geração por livros, exemplos, mestres, textos sagrados e quase inato a história do planeta.
     Afinal, se existe tal conhecimento e prática, e se este é imutável desde tempos imemoriais, praticado pelos grandes exemplos da humanidade, praticado pelas verdadeiras entidades que se dizem de luz, porque buscamos formas contrarias de ação neste plano ? porque não se achar capaz de seguir estes exemplos vivendo em uma sociedade moderna ? 
   Vemos no nosso dia-a-dia muitos exemplos contrários a esses conhecimentos ancestrais, autoritarismo, superioridade, falta de caridade, julgamento, individualismo, separatividade, raiva, ódio, rancor, entre outros milhares que podemos enumerar, cada vez menos recorremos aos exemplos atemporais, cada vez menos buscamos uma moral atemporal, cada vez menos nos importamos em estar vigilantes o tempo todo para não cairmos nas armadilhas do ego e da vaidade, a falta de atenção para com a nossa ação no mundo gera dor, a falta de atenção as palavras gera dor, a falta de atenção ao carinho gera dor, a falta de atenção ao outro gera dor. Somos responsáveis 24 horas do dia por nós mesmos, estando em consciência e mesmo em estados alterados da mesma, estar de acordo com esses preceitos atemporais diminui nossa geração de sofrimento no mundo, em suma, nos transporta da geração do karma a geração do dharma.
   Essa ética atemporal que tanto necessitamos é facilmente perceptível, olhe ao redor, nos textos sagrados, nos exemplos que vem de milênios atras, no amor, na caridade, na união, agora olhe para o seu interior, compare e sinta como uma ação dharmica, que seguem as "normas" atemporais, e uma ação karmica, que seguem preceitos temporais de moral delimitado pela sociedade atual individualista e competitiva, pergunte ao seu coração, qual atitude tomar ? A resposta de um coração puro dirá para que siga onde há amor, amar a si é amar ao próximo, é agir da forma que traga a tona as virtudes que definem o que é ser humano. ( recorrer un camino que tenga corazón).
   Um guia prático foi reafirmado por Buda Shakyamuni que nos relembrou o caminho que conduz a cessação da dor, ou o óctuplo caminho, neste ensinamento prático e atemporal Siddhartha Gautama nos explana o caminho ético, o esforço coerente com a busca da sabedoria, são elas:
  • Retas opiniões (pensamentos) : expressar o mais próximo da "verdade", opiniões que não são maculadas pelas preocupações mundanas. (a saber: querer ser elogiado; não querer ser criticado; querer prazer; não querer dor; querer ganhar; não querer perder; querer ser reconhecido; não querer ser ignorado.) 
  • Retas intenções : aquilo que está por trás dos nossos atos, investigar as nossas reais motivações para ter certeza de nossa ação verdadeira, de nada vale um ato externo bonito e sagrado se por dentro a intenção não é tão nobre assim.
  • Retas palavras : atenção as palavras (a palavra tem poder ), a palavra é um instrumento, jamais usar sua fala para ferir, denegrir, agredir, ou depreciar alguém ou algo.
  • Reta conduta : Deve ter uma ação no mundo de forma alinhada ao caminho que escolheu trilhar, ao caminho atemporal, ao caminho da sabedoria, não ferir, não matar, sempre observar para agir dentro do reto caminho, etc. que suas ações sejam um exemplo de vida. Atentar-se, também, as ações internas, pensamentos e emoções, tudo gera uma reação.
  •  Reto meio de vida : ganhar a vida de uma maneira justa, sem depender dos demais, mas através dos próprios esforços de maneira que não interfira na Lei, não explore o outrem, não tenha mais do que o necessário para viver, entre outros. Ter um meio de vida que não conflite com o caminho para que não haja divisão do ser.
  • Reto esforço : a conquista de nós mesmos não vem por obra divina, mas através de nossos esforços puros e verdadeiros, do sacro oficio, empregar a energia correta para o meio correto para que consigamos o merecimento. Mudar a forma de vida para uma vida mais "correta" requer um esforço constante.
  • Reta atenção : focar, a falta de atenção nos leva a falta do aprendizado, a todo momento o universo se comunica conosco, nosso interior nos aponta os caminhos, falta-nos estar atentos, centrados, para que possamos absorver toda a sabedoria que nos cerca e não deixar passar as oportunidades.
  • Reta concentração : meditação, após atendermos a todos os requisitos do nobre óctuplo caminho estamos aptos a meditar no supremo, no divino, no imaterial, uno e eterno.
   Portanto, agir eticamente é agir de acordo com o fluxo da vida, com o supremo, com as Leis imateriais, agir eticamente com o outro é agir eticamente consigo, não há diferença entre eu e o outro, eu e o mundo, eu e o universo, somos todos um mesmo organismo vivo, a separatividade é a primeira das heresias, o pecado original. Prestar a caridade sem olhar a quem, doar a atenção e amor a tudo e todos, independente da situação, por mais absurdo que pareça, é simplesmente um ato de amor para consigo, se não és capaz de atentar-se a isso, provavelmente é alguém que no fundo não se conhece e ou não se ama.
   Seguir o caminho reto é seguir o caminho do coração, sobrepor-se a todas as máculas mundanas para que alcancemos, no minimo, a bem aventurança na vida terrena, a plenitude do ser e por fim, uma consciência tranquila.




segunda-feira, 17 de julho de 2017

Intolerância Religiosa

 

   Parafraseando a wikipédia "Intolerância religiosa é um termo que descreve a atitude mental caracterizada pela falta de habilidade ou vontade em reconhecer e respeitar diferenças ou crenças religiosas de terceiros. Pode-se constituir uma intolerância ideológica ou política, sendo que, ambas têm sido comuns através da história". O ato de intolerância, ou preconceito, caracteriza-se como crime, no Brasil e na maioria dos países deste planeta, a liberdade de culto religioso (e diversidade!) esta previsto na constituição de muitos países, e em outros garantidos por lei. 
    O preconceituoso, no caso, vai contra os ensinamentos da sua própria religião, ou filosofia, sendo que, em última análise, a religião, ou o religare, está ligado ao amor e o "retorno do TODOs ao UNO", criar o sentido de comunidade ao praticante, fazendo-o se sentir integrado aos outros em prol de um objetivo único e maior em beneficio comum a tudo. Oras, se o amor uni a tudo e a todos, porque uma prática que leve a esse sentido seja passível de chacota ou discriminação por um praticante de outro credo ?
 A disputa politica ao longo das eras têm influenciado ( e muito!) nessa questão, a massa de manobra dos "grandes", sem perceber, deixam-se influenciar por jogos de poder, disputas de egos e vaidade, os ignorantes negam o fato de Deus ser amor eterno e incondicional a tudo e a todos, algo que agrega, não algo que separa, para acreditar em seus "donos" e assim manter seu status quo, seja dentro da sociedade como um todo ou dentre o seu cerne comunitário local, ou no seu microcosmos. 
     A disputa filosófica das definições ou dos parâmetros cientificistas para validar ou desacreditar a ideia de um deus ou de uma forma de manifestação do Sagrado gera conflitos dentro de um mesmo meio cultural-religioso local, vejamos um exemplo: Dentro da cultura védica indiana define-se a manifestação do Sagrado de três maneiras, Paramatma: O sentido do Sagrado dentro de cada ser vivente, o nosso deus interno, aquilo que nos faz reconhecer o traço divino que tem dentro de cada animal ou planta; Brahmajyoti: o sentido do Sagrado impessoal que está em tudo e todos os lugares ao mesmo tempo, ao nosso redor, no ar, na terra, no espaço, a energia que circunda a tudo, o todo; e Bhagavan: A forma manifesta do Sagrado, a imagem personalista do divino, seja ela Krisna, Ísis,Thor, Jesus, etc. Nesse país as diversas linhas filosóficas-religiosas disputam entre si o titulo da mais verdadeira, da verdade suprema de deus.
    Dentro de cada uma dessas três formas supremas de manifestação dessa energia divinal não há julgamento de valor, uma manifestação não é mais "deus" que a outra, todas são o "deus", porém dentro de cada uma dessas manifestações podemos perceber diversas filosofias e religiões, ao redor do mundo, que tentam a todo custo provar sua ideia como a mais pura e superior a outra, desvalendo-se da outra por medo ou ignorância.  
   Valendo-se mais uma vez da ideia do amor, quanto um meio de manifestação de Deus, vemos que é ilógico e total falta de bom senso o preconceito religioso, separar indivíduos, famílias, cidades, Estados, por uma opção de religare diferente vai de encontro a prática que é ensinada no ceio de cada uma dessas religiões, por meio de práticas e conceitos distintos 
podemos formar uma ideia mais ampla e mais real a respeito da Verdade, mesmo entre ateus o amor e a compaixão são pregados, não como uma manifestação divina, mas como um aspecto de manifestação humana nobre, a pluralidade nos fortalece.
    Trabalhar pela união, porém não exatamente a unificação, dos diferentes métodos é um passo primordial da história humana, a divisão pela ignorância e o ódio gera dor, sofrimento, separação. No atual momento histórico de "globalização" e troca instantânea de informação ao redor do planeta onde todos estamos conectados, cada vez mais, não podemos mais suportar essas ideias segregacionistas. INTOLERÂNCIA RELIGIOSA É CRIME! e total falta de humanidade.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Ritual Uni (11/02)

Mais uma vez, nós da Irmandade Polimata agradecemos a todos aqueles que contribuíram de alguma forma para a realização dessa noite especial, nossos votos mais uma vez para que as bênçãos e sementes aqui plantadas cresçam e se fortaleçam, que dêem frutos grandes e suculentos para dividirmos com todos ao nosso redor.
Haux haux haux !!
Haribol!
Sarava! 

video





















Já convidamos a todos para fazerem parte da nossa missão dia 11 de Março e também no dia 26 de Março para que cada vez mais possamos nos fortalecer nossas mentes, nossos corações e nosso espírito !
Aho!

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Missão Boituva 2017

  
  Com muito orgulho e dedicação nós da Irmandade Polimata Brasil anunciamos o retorno das atividades da missão Boituva no ano de 2017.
    Depois de um grande ano de crescimento e fortalecimento dos laços e processos pessoais entramos neste ano novo confiantes de que será um ponto importante de virada e cura dos males que afligem nossa mente, corpo e espírito.
    Convidamos a todos vocês que sentirem o chamado da floresta que venham conhecer nossos trabalhos sempre seguindo as tradições dos povos nawas do Acre.

Próximas datas:
11 de Março - Ritual Uni
26 de Março - Roda de miração
08 de Abril - Ritual Uni


    Para mais informações a respeito das datas, rituais e da Irmandade Polimata acessar em: Irmandade Polimata - Missão Boituva

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Agenda Polimata Mairiporã

Agenda Janeiro 2017
21/Sab - Satsang Vedico de Prosperidade à com Ayahuasca a Sri Ganesha e Sri Lakshimi do início de ano.
22/Dom – Ritual de Kambô
27/Sex – Clã do Camaleão
28/Sab – YagéOrixas ao Orixa Oxossi
29/Dom – Ritual de Kambô

Agenda Fevereiro
4/Sab – Aula de Musica e Ensaio do Corpo Musical (15h)
4/Sab – Ritual de Uni
5/Dom – Ritual de Kambô (9h)
6/Seg – Ritual de Manutenção da Esquerda (21h)
10/Sex – Concentração de Esquerda com Ayahuasca
11/Sab – Estudo de Mediunidade (15h)
11/Sab – Ritual de YagêOrixas
12/Dom – Ritual de Kambô (9h)
12/Dom – Ritual à Oxum no Rio (10h)
13/Seg - Ritual de Manutenção da Esquerda (21h)
17/Sex – Clã do Camaleão (21h)
18/Sab – Aula de Musica e Ensaio do Corpo Musical (15h)
18/Sab – Satsang a Shiva & Parvathi
19/Dom – Ritual de Kambô (9h)
20/ Seg - Ritual de Manutenção da Esquerda (21h)
24 à 28 / Busca da Visão (saiba mais)
25/Sab – Voo do Condor 

Maiores informações pelo telefone.
(11) 98225-8808 (TIM/WhatsApp)
www.ordempolimata.com.br
www.templopolimata.com.br
www.buscadavisao.com.br

SP – Templo & Asharam Polimata Mairiporã / Serra da Cantareira /Tel. (11) 2972-4849, Watsapp (11) 94939- 8340 / irmandadepolimata.blogspot.com.br
SP – Casa Monástica Polimata Mairiporã / Serra da Cantareira / Tel. 11-2972-4849
SP – Templo Polimata Campinas/ J. Egigio / Tel. (19) 3325-3429; Watsapp (11)9-9801-6255 / tpcampinas.blogspot.com.br
SP – Missão Polimata Boituva / 11- 96578-9122 / tpboituva.blogspot.com.br
Portugal – Missão Portugal / (351) 91 329 4153 / templopolimatapt.blogspot.com.br

* As atividades em vermelho são apenas para membros da Irmandade Polimata